quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Mãe Maria - Há um poder de cura

Mãe Maria - Há um poder de cura


Há um poder de cura, em cada homem, em cada mulher.

Quando vocês mergulham no fundo do coração e soltam as amarras do medo e do apego, essa cura começa a emergir da sua Alma.

Vocês estão tão envoltos aos véus da preocupação, da dor, do sofrimento, das angústias. Tão conectados com o mundo externo, que não sabem mais usar o poder da oração ou o tempo da meditação.

Vocês devem orar e meditar. 


Quando vocês oram, como aqui fizeram hoje, pedindo curas, se perdoando, amando, enxergando o seu próprio Bem e enxergando o Bem das outras pessoas... Vocês vão cortando os nós kármicos. Vocês vão se libertando das ações do passado.

Nem tudo aquilo que vocês fizeram precisa ser pago na mesma moeda. Porque Deus, o seu Pai, não usa moedas. A Graça de Deus pode ser maior que a justiça.

Todo o karma vem de uma ação e é cobrado com as suas consequências. Mas, pela Graça de Deus, muitas situações meu amados, podem ser atenuadas, libertadas. Sem que vocês tenham que viver, pagar ou sofrer.

No Plano Sutil, onde eu atuo como advogada de suas causas, eu posso lhes garantir que sempre nós pedimos que as penas sejam atenuadas. Que vocês não sofram as misérias que muitas vezes lhes cabe.

Assim, quando nas meditações, vocês promovem um tempo no seu coração, criam um espaço no seu pensamento e aceitam aquele silêncio como uma cura... Como uma ausência de pedidos desesperados e desejos não resolvidos. Naquele espaço vazio, sem pedidos ou desejos, a Mão de Deus mergulha em vocês. E ali, nós podemos atuar.

Vocês são filhos da Graça de Deus. Em seus dias, em suas noites, em suas caminhadas... Vocês recebem muitos milagres.

Quantas vezes, vocês chegaram atrasados num compromisso, porque no meio daquele caminho poderia acontecer um acidente!

Quantas dores foram tiradas de vocês, quando vocês se entregaram!

Quantas pessoas foram usadas, para a Mão de Deus agir em suas vidas, oferecendo uma palavra, um carinho, um trabalho, um abraço!
Se conectem com a Gratidão. A Gratidão é o caminho da Graça. Não necessariamente o segundo passo. Em muitos momentos, quando alguém desperta e abre o coração para agradecer, para reconhecer um Bem, o Bem ali se manifestará.

Vocês podem fazer incríveis mudanças em suas vidas, simplesmente agradecendo de coração. Não é a palavra Gratidão. Não é a palavra Obrigada. É o sentimento da Gratidão.
É compreender que Deus atua em todos os momentos. Mesmo quando as portas se fecham. Mesmo quando algumas coisas dão errado.

Muitas vezes, em algo que lhes parece negativo, se esconde uma Graça maravilhosa. Tenham olhos pra ver. Tenham ouvidos para ouvir. Tenham coração para amar e mãos para servir.

A serviço da Fraternidade Branca. Eu Sou Maria e ofereço a vocês a minha Graça e o meu Amor. Eu ofereço a vocês a minha profunda Gratidão. E expando pra vocês o mais profundo do meu Amor.


Quando me chamam, quando me amam, quando me querem... Eu me coloco no caminho de vocês, para que encurtem os passos do sofrimento. Nem todas as dores, nem todos os karmas causados em vidas passadas precisarão ser vividos.

Deixem de ser cruéis. Não julguem mais de forma tão pesada às pessoas a sua volta. E nem tão pouco a si mesmos.

Está na hora, daqueles que trabalham na espiritualidade, abrirem os olhos para a benevolência do Amor. Olhar aqueles que erram com menos peso, com mais carinho, com mais amor.

E assim, a Graça Divina, atenuará o sofrimento. Não se culpem. Não culpem o próximo.
Desenvolvam o Amor. Se doem com Amor. Recebam com Amor. Acolham com Amor.

Façam das suas mãos as minhas mãos, ao servir. 
Dos seus olhos aos meus olhos, ao olhar o próximo com ternura. 
Dos seus ouvidos os meus ouvidos, se fechando para não ouvir as palavras rudes e se abrindo para perceber a verdade em cada ato, em cada pensamento, em cada palavra. Uma verdade com Amor.

Recebam minhas Bênçãos e minha Luz.

E tenham Paz.Nome de Referência: Há um poder de cura
Mestre: Mãe Maria
Data: 02/10/2013
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia Orlovas

Nenhum comentário:

Postar um comentário