quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Mensagem dos Guardiões da Mãe Divina


Mensagem dos Guardiões da Mãe Divina

conforme recebida em 9 de dezembro na Fadalândia

 

Embora Ela não necessite propriamente de “guardiões”, pois Ela é soberana, auto-sustentável, poderosa e a mais Amada pelo Pai Celestial, Ela tem gerado propagadores de Sua Consciência Maternal e Amorosa que se tornam Guardiões da Mãe Divina.

A Mãe Divina é a Geradora da Vida neste e em todos os mundos.

A Mãe Divina é a Mantenedora da Vida e é também Aquela que  forma e nutre a Verdadeira Vida.

Cada Ser na Terra tem a função de se elevar e se “divinizar” para alcançar ao Pai Celestial. Toda matéria no Universo existe para Revelar a Deus e na Terra não é diferente.

A natureza encarnada ou materializada na Terra tem um propósito comum: Elevar-se para Deus.

No caso humano, é sair consciente do estado de separação de Deus para o estado de Unidade com o Criador. E quem realiza isso   é Nossa Mãe Divina. É por meio Dela que despertamos para nossa natureza Divina quando somos gerados, mantidos e nutridos por Ela.

Materialmente falando, a Nossa Mãe Divina se apresenta na forma do Planeta Terra (Gaia) . A Terra é uma das formas em que esta Mãe se apresenta para seus filhos e filhas humanos.

A Terra nos permite estarmos aqui, doa-nos um corpo e nos alimenta com seus frutos. Seguindo seus princípios e equilíbrio, conseguimos saúde, alegria, paz e amor pela Vida. Ela é uma grande Mestra. Mãe amorosa e extremamente paciente com a ignorância de seus filhos. E vai nos educando, como indivíduos e como humanidade, pelos séculos dos séculos.

Sendo a função de toda a Vida a Unificação com o Pai Celestial, tudo o que Nossa Mãe nos dá tem como objetivo esta Unificação.

É a falta de reconhecimento dos benefícios e benção de Nossa Mãe Terra a causa de toda dor e sofrimento que houve e há por toda parte. Não como um “castigo” para o ser humano, mas apenas como conseqüência de seu caminhar equivocado.

Sabemos que este é o momento de corrigirmos nosso caminho. Não importa quão distante estejamos do Caminho da Perfeição, é agora o momento de acertarmos nosso caminho.

Iniciamos – do ponto em que estivermos – nossa Comunhão com Nossa Mão Divina por meio do reconhecimento, da gratidão e de práticas que honrem essa Mãe Maravilhosa!

Pequenos atos tornam-se rituais de honrar esta Mãe. Plantar, cantar, celebrar e dançar na Natureza.

Plantando uma semente de árvore frutífera, semeando flores ou ervas medicinais, cantando alegremente espalhando no ar as boas vibrações de uma música purificadora…essas pequenas práticas – infantis até – nos colocam em um estado de União Consciente com nossa Mãe Terra, que é o aspecto material, visível e físico (tridimensional) de Nossa Mãe Divina.

A DIVINA MÃE MARIA


 

Foi a Divina Mãe quem concebeu, gerou e nutriu Aquele a quem estamos destinados ser: CRISTO.

Por meio de uma União com o Espírito Santo, Ela, encarnada como Maria, aceitou a missão de gerar, nutrir e educar Jesus até que Ele se tornasse  Cristo, revelando em sua história, a natureza una de Cristo com o Pai e de todos os homens e mulheres com o Pai.

Este é o aspecto espiritual e místico de Nossa Mãe Divina e é por este aspecto que adentramos em regiões elevadas, espirituais, para alcançarmos o estado de Unidade com o Pai Celestial.

Também nós somos os Filhos Amados, concebidos pelo Espírito Santo. Mas somos – em Unidade – o Filho Amado, concebido pelo Espírito Santo. Pois Cristo é UM em toda a humanidade. UM COM O PAI.

O processo pelo qual estamos passando – se permitirmos – é o de sermos realmente gerados e nutridos pela Mãe Divina – tal qual foi Jesus há mais de dois mil anos atrás.

Nós fomos destinados a ser a Luz do mundo e expandirmos esta Luz em todas as dimensões. Este é propósito da criação – elevar tudo o que há para os Reinos Divinos e celestiais e a Nossa Mãe Divina participa do “projeto” em cada filho e filha!

Também aí o reconhecimento, o pousar os olhos do Espírito “Nela” é essencial para este processo fluir.

Então, hoje fomos instruídos sobre Nossa Mãe Divina Gaia e Nossa Mãe Divina Maria, e vimos que é a mesma Mãe em aspectos diferentes.

Tomara que tenhamos novos momentos de Instrução Angélica como o de hoje!

Alegra-te Mãe Divina!

Fada San

9 de dezembro de 2012

Dos Guardiões da Mãe Divina

Nenhum comentário:

Postar um comentário