segunda-feira, 10 de junho de 2013

Mãe Maria - 10.06.2013

Mãe Maria - 10.06.2013


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

A dor do que considerais “perda” se acentua neste tempo de transição.

Lembranças do passado retornam, dúvidas se acentuam, tristezas são revividas com tal intensidade que parecem a vós estarem acontecendo novamente.

Mágoas, incertezas, dores retornam gerando muita confusão em vossas vidas.

No que acreditar, como liberar um passado que teima sempre em voltar?

Ouvindo vossos corações, amados!

Ele vos fala diuturnamente, mas é preciso que possais exercitar o silêncio e o não julgamento para que possais ouvi-lo, sem nenhuma interferência de vossos egos.

Vossos egos geram confusão, vossos egos vos fazem acreditar na impossibilidade de serdes livres e felizes, vossos egos incutem em vossas mentes a falsa verdade de que sois seres impotentes perante a vida, e que nada podeis fazer para alterar vossa realidade, vossos egos vos limitam, vos mergulham na inércia e no pessimismo, vosso egos alimentam vossa ignorância quanto à verdade suprema de que sois Seres de Luz.

Lutai, pois contra a supremacia de vossos egos, amados, lutai com afinco, colocando vossa consciência em tudo que expressais, relembrando a cada passo que sois Filho do Criador e que tudo podeis, deixando de cultuar o passado que não pode voltar, olhando para todos os eventos que ainda vos causam dor e sofrimento como mais uma ferramenta que vos permitiu chegar onde estais, prontos para uma nova etapa em vossas evoluções, certos da vitória da luz sobre a escuridão, conscientes de vossas responsabilidades perante o todo, crédulos no poder de tudo ser e tudo ter.

Não vos deixeis abater pelo desanimo quando vos confrontardes com momentos difíceis; buscai aceitá-los como um estímulo, para seguirdes em frente, buscai compreender o porquê desses eventos, sem nunca vos entregar, sem nunca esmorecer, sem nunca alimentar a falsa verdade de que sois vítimas de algo externo a vós, de algo que não podeis controlar, que independe do vosso querer.

Não, amados! Tudo depende de vós, tudo foi criado por vós, por vossas atitudes do passado, por vosso desconhecimento do propósito que vos fez encarnar nesse mundo onde impera a ilusão.

Sim, ilusão!

Hoje sabeis que vossa mente cria vossa realidade, que sois dono de vosso destino, que ser feliz ou não só depende do vosso querer, o querer que precisa vir acompanhado das atitudes que possibilitem as mudanças necessárias em vossas vidas, para que a abundância de tudo que precisais rompa as portas que se fecharam num passado distante por vossa própria escolha e consentimento.

Sim, amados!

Fechastes as portas da plenitude para que pudesses merecê-la em decorrência de vossos atos.

Atos conscientes, atos imbuídos de gratidão, atos espontâneos na ajuda ao próximo, atos amorosos revestidos da compreensão de que a vida sempre preenche vossas necessidades quando cuidais das necessidades dos outros; é com este pensamento e esta atitude que podereis mudar vossa realidade, que podereis transformar vossos passados, que podereis perdoar e serdes perdoados.

O perdão liberta, o perdão tem a capacidade de ajudar-vos a concluir todas as pendências de vossos passados próximo ou distante.

O novo tempo não admite a ilusão.

Resgatar a vossa verdade se faz premente para que possais transformar todos os eventos do passado que não foram vivenciados com amor.

Na Casa do Pai só adentra aquele que não carrega nada além do amor.

O Pai vos chama, o Pai reclama por vossas presenças, o Pai vos oferece todas as ferramentas para ajudar-vos a por um fim a dor, escassez e ao limite.

Não desperdiceis, pois as ofertas generosas de vosso Pai. Recebei-as com amor e utilizai-as com consciência e discernimento, para que a vida se torne mais e mais leve, os desafios menos frequentes, e o dia a dia mais pleno de luz.

Bem amados, que vossas orações levem amor e compreensão a todos os vossos irmãos, para que a falsa realidade em que muitos ainda estão mergulhados dê lugar à verdade divina que revela o caminho para a comunhão com Deus-Pai-Mãe.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.


Canal: Jane Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário