quarta-feira, 13 de março de 2013

"A MERKABAH É UM VEÍCULO QUE TODOS NÓS TEMOS, BASTA SABER A FORMA CORRETA DE ATIVÁ-LO"


"A MERKABAH É UM VEÍCULO QUE TODOS NÓS TEMOS, BASTA SABER A FORMA CORRETA DE ATIVÁ-LO"


O que é Merkabah?

A Merkabah é um campo contra-rotatório de luz gerado pela rotação de formas geométricas específicas, que afetam simultaneamente nosso espírito e nosso corpo. É um veículo que pode ajudar mente, corpo e espírito a acessarem e vivenciarem outros planos de realidade e potenciais de vida. Na verdade, Merkabah é ainda muito mais do que isso, é uma real elevação a um novo nível de consciência.

A Merkabah é uma ferramenta que ajuda os humanos a alcançarem seu potencial pleno. É um campo de energia cristalina que compreende geometrias sagradas específicas que alinham a mente, o corpo e o coração.

Este campo de energia criado pela geometria sagrada se estende ao redor do corpo a uma distância de 18 a 20 metros. Esses campos geométricos de energia giram normalmente ao redor de nosso corpo a uma velocidade próxima à velocidade da luz, mas para a maioria estão mais lentos ou até pararam de girar completamente por falta de atenção e de uso.

Quando este campo é reativado e está girando apropriadamente é chamado de Merkabah e se parece com a estrutura de uma galáxia ou de um OVNI. Através do AMOR DIVINO e do uso de certas técnicas, podemos reativar esse campo vital de luz em torno de nossos corpos. Sem AMOR INCONDICIONAL, a Merkabah é apenas uma máquina que não chega a permitir que o espírito criador retorne para casa e alcance altos níveis de consciência.


Merkabah é o veículo de luz que transporta o espírito, a mente e o corpo, para acessar e experimentar outros planos, realidades e potenciais de vida mais elevados. Podemos classifica-lo como sendo um veículo interdimensional.

Os antigos cabalistas conheciam-no como "a carruagem de Deus", sendo uma referência ao veículo de luz ao qual o ser humano tem acesso, capaz de transportar o espírito (e, em estágios mais avançados, até o corpo físico) para outras dimensões. Com a ativação da Merkabah, as pessoas passam a aprender mais sobre si mesmas e a conectar-se com o Eu Superior.

Com a ativação da Merkabah, o indivíduo começa a vivenciar níveis de consciência mais elevados. 

Através de estudos dos ensinamentos sagrados de Lemúria, Atlântida e antigo Egito, e unificando-os aos conhecimentos, estudos e descobertas da Física Quântica e da Geometria Sagrada foi possível a descoberta deste poderoso conjunto de técnicas que possibilitam alcançar a ativação completa do corpo ou veículo de luz, juntamente com a abertura do chacra cardíaco e o ancoramento das vibrações do AMOR INCONDICIONAL.

Com isto adquirimos a capacidade de fazer uma limpeza dos canais energéticos sutis de nossos corpos, ampliando e expandindo nossa consciência. Pela Geometria Sagrada, trazemos à consciência a existência de vários campos magnéticos que circundam nossos corpos (um deles é o campo formado pela estrela tetraédrica), e através da ativação da Merkabah, conseguimos acessar estes campos e projetar nosso ser para outras dimensões. A Merkabah capacita-nos a experimentar plenamente a expansão consciencial, conectando-nos com nossos potenciais mais elevados e restaurando o acesso e a memória das infinitas possibilidades do nosso ser.

A Palavra "Merkabah" é uma composição de três palavras menores:

1. MER refere-se a um tipo muito especial de luz – um campo de luz induzido (ou eletromagnético), cuja descoberta remonta ao antigo Egito, durante a Décima Oitava Dinastia, conforme as novas orientações da religião voltada ao culto do Deus Único. "Mer" era vista como campos de luz rotatórios girando em sentidos opostos no mesmo espaço. Estes campos são gerados a través de técnicas específicas.

2. KA refere-se ao espírito individualizado.

3. BAH refere-se à interpretação espiritual de uma determinada realidade particular. Na realidade humana terrestre, "Bah" é normalmente associado com o corpo físico, a alma ou a realidade física. Nas realidades em que os espíritos não têm corpos, "Bah" refere-se a aos conceitos ou interpretações da realidade tal como é percebida nos reinos específicos em que as entidades vivem.

Autor: Chico Salvador

Nenhum comentário:

Postar um comentário